Quem Somos


A Associação de Editores Cristãos do Brasil – ASEC é a entidade representativa do meio editorial evangélico, somando mais de 50 editoras filiadas. A ASEC foi fundada em 20 junho de 1988, na cidade de São Paulo e era conhecida até 2005 por ABEC. Sua missão é incentivar a qualidade na literatura cristã e buscar um melhor relacionamento entre todos os elos do meio editorial evangélico: escritores, editores, fornecedores, distribuidores, livreiros e, finalmente, o público leitor. As iniciativas mais importantes da entidade são as Pesquisas do Mercado Editorial Cristão, o Congresso Anual dos Editores Cristãos, o Marketsquare Brazil (realizada em parceria com a Christian Trade Association), a Feira Internacional do Livro Cristão (FLIC) e o aclamado Prêmio Areté, que reconhece anualmente as obras mais importantes entre os editores cristãos. A ASEC também representa o segmento junto a outras entidades voltadas a literatura, como a Câmara Brasileira do Livro (CBL), o Sindicato Nacional de Editores de Livros (SNEL) e a Liga Brasileira das Editoras (Libre), participando com expressão das feiras organizadas por estas, com destaque para as Bienais Internacionais do Rio de Janeiro e de São Paulo e outros eventos relevantes.



MISSÃO:

Melhorar a vida das pessoas por meio de ações de fomento da literatura cristã e de ações sociais e culturais agregadas que valorizem o relacionamento junto às diversas camadas da sociedade, levando a mensagem de fé, esperança e transformação aonde quer que um livro consiga chegar.

VALORES:

União, Ética, Transparência, Honestidade, Harmonia, Compromisso com o Evangelho, Amor a Deus e ao Próximo.


NOSSA HISTÓRIA:


Resumir em poucas linhas a história de uma instituição não é tarefa fácil, principalmente quando se trata de uma entidade que mudou os rumos e conceitos do setor editorial brasileiro no segmento literário cristão.


A Instituição 

Fundada em junho de 1988 como ABEC (Associação Brasileira de Editores Cristãos), iniciou suas atividades com a missão de incentivar a qualidade na literatura cristã e buscar um melhor relacionamento entre todos os elos do mercado editorial evangélico: escritores, editores, fornecedores, distribuidores e livreiros. Outra importante marca da associação desde o início é a valorização e a criação de um público leitor mais interessado em consumir uma literatura cristã de qualidade.

Grandes transformações e conquistas têm marcado a vida da associação. Em 1991, as 60 editoras que integravam a ABEC começaram a melhorar a qualidade de seus livros e, ao mesmo tempo, baixar seus preços. O incentivo para isso veio na forma de um prêmio, criado pela entidade naquele ano: o prêmio Areté.

Em 2005 a entidade muda sua sigla passando de ABEC para ASEC: Associação dos Editores Cristãos. Nos últimos anos a ASEC promoveu uma aproximação mais efetiva com outras entidades nacionais voltadas à literatura: a Câmara Brasileira do Livro, o Sindicato Nacional de Editores de Livros (SNEL) e a Libra Brasileira das Editoras (Libre). Embora atue no Brasil, a ASEC procura manter relações de intercâmbio com associações de várias partes do mundo, entre elas a CBA e ECPA, organizações representativas dos livreiros e dos editores americanos respectivamente e a Christian Trade.

Outro destaque foi a participação expressiva na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro  e São Paulo, que estão, sem dúvida alguma, entre os maiores eventos literários do mundo. A área ocupada entre as três mais representativas da Bienal, Editores Cristãos tem estado entre as representativas da Bienal, desde 1999.

Durante estes anos a ASEC tem patrocinado seminários e cursos para aperfeiçoamento da classe editorial evangélica, trazendo grandes nomes do mercado nacional e internacional. Nessas ocasiões os associados têm a oportunidade de integrar-se e capacitar-se. Nos eventos são discutidos assuntos de interesse comum, criando condições para aperfeiçoamento profissional nas áreas administrativa, produção, marketing, financeira, canais de distribuição e fortalecimento dos pontos de vendas. Já foram realizados cafés editoriais e congressos voltados aos profissionais do segmento, valorizando assim todos os envolvidos na área, desde editores e livreiros até autores e vendedores. Treinar e equipar tecnicamente os que atuam no mercado editorial sempre foi uma das principais preocupações e investimento da entidade.

Outro evento bastante significativo na história da ASEC foi o Marketsquare Brazil, que promovia negociação de direitos internacionais entre editoras de diversos países. Os empresários do setor participavam de capacitação para o mercado global e desenvolviam reuniões de negócios entre a empresa e editoras estrangeiras.

Os associados também podem contar com o apoio da ASEC no repasse de informações fiscais, econômicas, direitos autorais e estatísticas relacionados ao mercado de livros. Essas e outras ações mostram o perfil e o caráter agregador e prestativo da associação que concilia entre seus membros evangélicos tradicionais, pentecostais, históricos e de novos movimentos.

Desde que foi criada a ASEC, foram publicados importantes informativos como o manual do Colportor, Manual do Livreiro, Catálogo Geral de Publicações, Manual de treinamento, Boletim e Revista Impressores ABEC.

A Feira

Em 2012 a Associação cria o momento máximo para o público aficionado em literatura cristã: A FLIC, Feira Literária Internacional Cristã. Um evento voltado exclusivamente à literatura cristã, com os melhores produtos deste mercado para todos os interesses e idades, além de uma extensa programação cultural.

Entre as constatações que puderam ser observadas após a realização da primeira edição da FLIC, uma das mais evidentes é a mesma revelada pela pesquisa “Retratos da Leitura no Brasil”, de que os evangélicos leem o dobro da população em geral. Essa realidade pode ser notada no interesse e quantidade de livros vendidos e eventos que promovem a cultura e o incentivo à leitura, com os mais diferentes temas e para todos os públicos. Em 2013 a feira aumentou seu espaço em 30%, confirmando o crescimento e sucesso da FLIC e de sua inovadora proposta de expansão literária. Acompanhando o ritmo de sucesso e crescimento deste segmento em 2013 a III FLIC – Feira Literária Internacional Cristã e o III Salão Internacional Gospel, decidiram unir forças para realizar duas feiras num espaço, que agrupou, mas com espaços distintos, os editores cristãos, as gravadoras e os instrumentos musicais, permitindo que prestadoras de serviços, ministérios, formadores de opinião, lojistas, livreiros, imprensa, empresários, lideranças, músicos, membros de igrejas e o público em geral, pudessem conviver de forma harmoniosa, respeitando-se o perfil de cada expositor e visitante, por meio de 2 pavilhões integrados e com mais de 9 auditórios, em formato inovador. O evento foi uma oportunidade para as empresas que queriam se comunicar de forma eficaz com este promissor segmento, onde o céu parecia ser o limite para se fechar bons contatos, mas sem jamais perder o foco principal: a união e o amor em torno da fé em Jesus Cristo!

Porém, em 2015, a caminhada tomou outro rumo. A ASEC, através de seus expositores associados, decidiu voltar às origens. A escolha de voltar para o Espaço São Luis não mais é do que ouvir os expositores associados. Também a volta da Unir Eventos para Organizar a IV FLIC não foi uma decisão tomada deliberadamente. A UNIR mostrou nas duas primeiras feiras a sua capacidade e responsabilidade.

Café de pastores

Na abertura da feira realizada pelo pastor Hernandes Dias Lopes, que aconteceu na manhã de 12 de agosto de 2015, com a presença de mais de 250 pastores e das principais lideranças do Estado de São Paulo e do Município, como a Vereadora Patrícia Bezerra, dentre outras personalidades. Com o objetivo de reunir pessoas estratégicas e de influência de todo o Estado, o evento deu a oportunidade para que todos conhecessem os pilares da feira e também compartilhar experiências. O louvor ficou por conta do pastor Adhemar de Campos, ícone da música gospel brasileira, que há décadas ensina geração o poder do louvor e da adoração, na igreja. A cantora Mariana Ava, nova aposta do mercado gospel, também participou da abertura do evento para mostrar que a nova geração também busca atrair a presença de Deus, através de um estilo diferente, porém com propósito e unção.

O prêmio Areté

De origem grega a palavra Areté significa, qualidade pelo qual algo ou alguém se mostra excelente. Com base nesta definição, o prêmio hoje conta com uma comissão formada por mais de 100 pessoas, das mais distintas áreas, entre pastores, editores, teólogos a seminaristas. Com sua primeira edição em 1991, o Areté se destina a reconhecer, enaltecer e premiar a excelência em literatura cristã. Entre os objetivos do prêmio estão a geração de estímulos e contribuição para a produção de literatura de qualidade em língua portuguesa e o auxílio na propagação das boas novas do evangelho. Por isso, livros, autores, material multimídia e produtos alternativos das editoras associadas, passaram a receber esse reconhecimento por sua excelência editorial e técnica.

Desde a primeira edição foram quase 1.000 troféus entregues, reconhecendo obras literárias, a premiação se divide em dezenas de categoria, entre elas: Agenda, Bíblia (de estudo, infantil, juvenil e temática), evangelização, família, livro do ano, autor revelação, capa, projeto gráfico, e muito mais.

Em sua primeira edição o Areté contou com a inscrição de 35 títulos, já em 2012 foram cerca de 400 trabalhos avaliados, em mais de 30 categorias. Em 2015, foram mais de 400 inscritos, sendo 48 premiados, dos quais podemos destacar: O livro do Ano - Os cristãos e os desafios contemporâneos – Editora Ultimato, e a Personalidade Literária o Pr. Walter Feckinghaus, que tem contribuido no segmenyo editorial cristão por mais de 25 anos e fez parte da Diretoria da ASEC por 20 anos. O prêmio tornou-se, ao longo dos anos,  referência e ganhou vasta notoriedade. A premiação aconteceu na noite do dia 12, no auditório 1 a partir das 20h e foi apresentada pelos representantes da ASEC Leila Gabriel Franco e Reiner Lorenz.

Hoje ter o selo de obra premiada, pelo Areté, em um livro é um privilégio às editoras, que são contempladas.afirma Reiner Lorenz - diretor executivo dos Editores Cristãos

Worshops e palestras

Simultaneamente a Feira aconteceram mais de 30 eventos como: workshops, palestras e mesa redonda que visam a participação e interação do público, com profissionais das mais distintas áreas que estariveram presentes para debater sobre temas e fatos relevantes de nossa atualidade como: Bruno Zolotar, da Editora Saraiva, Selmi Aquino, da Mundo Cristão, Pr. Luis Sayão, Cantor Paulo César Baruk, Pr. Ariovaldo Ramos, cônsul de Israel Yoel Barnea, Pr. Josué Campanhã, Cel. Evandro Teixeira, Duda Baguera, Marcos Amado, Pr. Eli Fernandes, Sisera  Oliveira, do Despeta Débora, Pr. Marcos G. F. Silva, da Sociedade Bíblica do Brasil, Apostolo Sérgio, Jilton Moraes e Marcelo Santos, Pr. Silas Tostes, Paulo de Sousa Oliveira Junior, do Instituto Renovo, Sandro Bier, Gilvandro Oliveira Filho, da Ordem dos Músicos – Setor Gospel, Profa. Ms. Danielle Lucy Bosio Frederico e Prof. Dr. Jorge Schutz Dias, Carla Montebeler, Robson Rocha, da CPAD, Rubinho Pirola, Lucas Merlo Nascimento e Reinaldo Lima Junior da Faculdade Teológica. Palestrantes renomados e de influência em nosso segmento Cristão, nos prestigiaram com seus temas e palestras dentro da IV FLIC.

MISSÃO CULTURAL NOSSOS EXPOSITORES

Com uma sólida história junto ao mercado editorial evangélico brasileiro, a ASEC faz 28 anos em 2016 acumulando grandes lutas e vitoriosos resultados. Segue com reconhecimento de atender com excelência as mais diversas correntes do pensamento cristão. Dentre seus desafios, destaca-se o de despertar a cada dia um maior interesse pela leitura entre os evangélicos e o de fomentar uma nova geração, uma maior proximidade com literatura cristã.

Com um vasto potencial ainda por desbravar, a ASEC quer reforçar, dia após dia, a meta de concientizar líderes e liderados quanto a uma proximidade maior com a literatura, começando pela Bíblia e passando por todas as categorias do universo literário.

Atravessar gerações realizando mudanças no comportamento cultural de seu público-alvo, levar a Palavra de Deus com a multiplicação da Bíblia e promover livros que tenham como embasamento os princípios culturais de uma sociedade cristã, seguem como metas que estimulam a ASEC a prosseguir e a servir como referência absoluta e definitiva no mercado editorial cristão do Brasil.


Nossas Marcas: